sexta-feira, 14 de novembro de 2008

LENGALENGA

E porque hoje é 6ª Feira,
O TRANGLOMANGLO

Eram dez moças donzelas,
Todas metidas num fole;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão nove.
Essas nove que elas eram
Foram amassar biscoito;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão oito.
Essas oito que elas eram
Todas usavam barrete;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão sete.
Essas sete que elas eram
Foram-se a cantar os reis;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão seis.
Essas seis que elas eram
Numa bacia de zinco;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão cinco.
Essas cinco que elas eram
Comeram arroz de pato;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão quatro.
Essas quatro que elas eram
Foram jogar xadrez;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão três.
Essas três que elas eram
foram passear na rua;
Deu o Tranglomanglo nelas,
Não ficaram senão duas.
Essas duas que elas eram
Tinham um chapéu de pluma;
Deu o Tranglomanglo nelas
Já não ficou senão uma.
Essa uma que ela era
Foi brincar com o seu peão;
Deu o Tranglomanglo nela,
Acabou-se a geração!

1 comentário:

Cor de Mel disse...

Olá Inês,
Linda esta lengalenga!!
Beijinhos,
Lia.